tanque-rede-rhv-15tanque-rede-rhv-12tanque-rede-rhv-2tanque-rede-rhv-3tanque-rede-rhv-8tanque-rede-rhv-1tanque-rede-rhv-7tanque-rede-rhv-6OLYMPUS DIGITAL CAMERAtanque-rede-rhv-11tanque-rede-rhv-5tanque-rede-rhv-10tanque-rede-rhv-4

Tanque rede RHV 2,00 x 2,00m

Confeccionados em estrutura tubular de alumínio naval de alta resistência ou aço galvanizado a fogo, fixada com parafusos inoxidáveis auto-travantes

Tampa basculável em alumínio com tela para impedir de ataques de aves e furtos

Tela tipo alambrado NBR 10.118 com arame revestido de PVC alta aderência qualidade BELGO PLASTIC® ou arame BELGO BEZINAL®, ambos produzidos pela Belgo Bekaert Arames, o máximo em durabilidade

Acompanham comedouro para evitar a perda da ração, além de quatro flutuadores de polietileno de alta densidade anti – UV aprovados pela Marinha do Brasil

Descrição do Produto

Credenciado

Detalhes dos tanques rede

Modelo

Profun.
(m)

Arame Belgo Plastic®

Arame Belgo Bezinal®

Malhas
(mm)

Cap.*
(kg)

TR220

1,20

18 (1,90mm) / 16 (2,30mm)

1,70mm

13, 15, 19 e 25

500

TR250

1,50

18 (1,90mm) / 16 (2,30mm)

1,70mm

13, 15, 19 e 25

600

TR270

1,70

18 (1,90mm) / 16 (2,30mm)

1,70mm

13, 15, 19 e 25

700

TR300

2,00

18 (1,90mm) / 16 (2,30mm)

1,70mm

13, 15, 19 e 25

800

*Capacidade recomendada em função de um ciclo produtivo médio de 7 meses de tilápias com 800g, onde as mesmas crescem homogêneas, assim evitando tanques ociosos com peixes que não atingiram o peso determinado.

Para outras medidas favor entrar em contato conosco.

 

Detalhes dos financiamentos disponíveis para este equipamento

Descrição

Taxas e prazos oferecidos

Contato para aquisição

Cartão de Crédito

O cartão de crédito é um meio que possibilita o pagamento à vista ou parcelado de produtos e serviços em até 12x para pessoas físicas e jurídicas.

% de Valor Financiado:

Até 100%

Carência:

Analisado pela instituição

Prazo de Pagamento:

Analisado pela instituição

Juros anuais:

Analisado pela instituição

RHV
Pronaf + Alimentos

Investimentos para promover o aumento da produção e da produtividade oferecido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, visando à elevação da renda da família produtora rural.Adquirido através de correspondentes bancários credenciados pelo Governo Federal.

% de Valor Financiado:

Até 100%
Carência:

Até 3 anos
Prazo de Pagamento:

Até 120 meses
Juros anuais:

Aproximadamente 6% a.a.

Link

(61) 2020-0910

Cartão BNDES

Cartão com crédito pré-aprovado com juros fixo para pessoas jurídicas, para aquisição de máquinas, produtos e outros.

Adquirido através de correspondentes bancários credenciados pelo Governo Federal.

% de Valor Financiado:

100%
Carência:

sem carência
Prazo de Pagamento:

Até 48 meses
Juros anuais:

Aproximadamente 6% a.a.

Link

0800-702-6337

Pronaf

Linha de crédito do BNDES para poio financeiro a atividades agropecuárias ou não-agropecuárias.

Adquirido através de correspondentes bancários credenciados pelo Governo Federal.

% de Valor Financiado:

Até 100%
Carência:

Analisado pelo Programa escolhido
Prazo de Pagamento:

Analisado pelo Programa escolhido
Juros anuais:

Aproximadamente 10% a.a.

Link

0800-702-6337

Todas as informações obtidas tem critérios informativos para auxiliar o cliente em sua decisão de compra, por tanto o mesmo deverá verificar a disponibilidade de todas as informações atualizadas.

Dica para chegada dos alevinos

Climatização:

Assim que os peixes chegam é muito importante que deixem eles boiando dentro do saco no tanque rede por um período de no mínimo 40 minutos para que as temperaturas se igualem, e em seguida vá misturando aos poucos a água onde eles serão soltos a água que está dentro do saco e solte-os posteriormente.

 

Mortalidade dos alevinos:

Não basta ter apenas a água necessária para o tanque rede, é preciso um conhecimento sobre o volume em que ocorre a troca da água, oxigenação, e temperatura da água (choque térmico).

A alimentação irregular, o manejo incorreto (equipamentos utilizados transporte e técnicas arcaicas), são as principais causas de morte dos peixes.

Já que no estágio inicial é necessário maior cuidado.

Não trate nem stresse os alevinos durante as primeiras 24h após a chegada dos mesmo.

 

Banho de sal:

Para o banho de sal é necessário:
– 1 lata de óleo de soja
– 1 cabeça de alho grande
– sal

Bata a cabeça de alho no liquidificador com o óleo e vá misturando um pouco de sal, em seguida coloque em uma garrafa “pet” até se tornar uma substância pastosa (quase um tempero pronto).

Antes da alimentação dos peixes jogue um pouco do óleo na água, e jogue a ração por cima.

Com isso os alevinos irão comer a ração e se “lambuzar” do óleo com sal que irá evitar a formação de fungos. O alho irá combater o stress do peixe.

Esta receita não deve ser utilizadas mais de uma vez ao dia, e muito cuidado para não intoxicar os peixes.

 

Limpeza do Bolsão (Berçario) com os alevinos:

É muito importante que se mantenha limpo o bolsão para que as algas que se formam na tela não impeçam que o oxigênio chegue ao tanque.

Uma dica sem custo e sem perda de tempo é a colocação de peixes “limpantes” como o Cascudo e a Curimba dentro do bolsão para que eles auxiliem a limpeza do tanque (não coloque os no mesmo dia que os alevinos chegaram, pois eles se alimentam da sujeira incrustada no bolsão).

 

Manual de criação de peixes em tanques rede:

Manual oferecido pela Cia. de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF) com informações relacionadas as boas práticas e manejo das principais espécies cultivadas em tanques rede como Tilápia, Tambaqui, Pacu, Pirarucu, Surubim entre outros.

Despesca:

Sempre há a certeza de que o peixe está no tanque rede, exceto em situações em que o tanque rede e danificado devido a ataque de piranhas no fundo ocasionado por peixes que morrem e não foram recolhidos e eventualmente afundam.

Devido a isto é necessário um acompanhamento diário dos tanques rede e remover sempre os peixes mortos.

 

Alimentação:

Os peixes em um tanque rede, não se alimenta de outra maneira a não ser a ração oferecida a eles. Está ração deve ser de qualidade e alta taxa de proteína para que os peixes se desenvolvam bem, rapidamente.

Rações com baixo teor proteico são mais baratas, mas não oferecem o desenvolvimento necessário.

 

 

Gosto de barro:

Nos peixes criados em tanque rede NÂO há o “gosto de barro” devido ao tanque estar suspenso e não ter contato com o fundo.

 

Excesso de ração agrava mortalidade de peixes (tilápias) em tanques rede:

O excesso de ração juntamente com altas temperatura, agrava a mortalidade dos peixes.

Isto ocorre pois, quanto mais alimento estiver, maior será o esforço fisiológico e metabólico sobre o peixe esforço associado à respiração e a digestão. Peixes alimentados em excesso, consumem mais oxigênio e associado às altas temperatura é ainda maior esta oferta. Então com uma queda de oxigênio na água estes peixes superalimentados sofreriam mais que peixes em jejum.

Com o aumento da temperatura da água, a passagem do alimento pelo intestino torna-se mais lenta e o alimento acaba permanecendo mais tempo dentro do animal, o que acaba prejudicando o peixe inflamando estômago e intestino favorecendo o “espalhamento” de bactérias pelo animal, juntamente com um intestino hemorrágico.

Caso seja este seu caso, suspenda a ração por 2 ou 3 dias para recuperação dos peixes.

Remova constantemente os peixes mortos e “moribundos” para diminuir qualquer tipo de infecções.

Segue abaixo tabela de sugestão para alimentação de peixes tilápias em tanques rede:

29 a 32ºC 26 a 28 ºC 22 a 26ºC 22 a temp. menor
Peso dos peixes (g) Taxa (%peso vivo) Ref. Diárias Taxa (%peso vivo) Ref. Diárias Taxa (%peso vivo) Ref. Diárias Taxa (%peso vivo) Ref. Diárias
1 a 10 10,0 4 10,0 4 8,0 3 6,0 2
10 a 25 8,0 4 8,0 4 6,0 3 4,0 2
25 a 100 3,0 3 4,0 3 3,0 2 2,0 1
100 a 300 2,5 2 3,0 3 2,5 2 2,0 1
300 a 600 1,5 2 2,0 2 1,5 1 1,0 1
600 a 1000 1,0 1 1,50 2 1,0 1 0,6 1

Sugestão aproximada de taxa de alimentação para tilápias em tanque rede.

Quantidade de peixes por tanque x peso médio x % do peso vivo : nº de refeições = Quantidade em kg de ração por dia

Exemplo prático do uso da tabela:

Tanque rede com 600 peixes
Peso médio 500g (0,50kg)
Temperatura da água a 27ºC

Cálculo: 600 x 0,50kg x 2% = 6kg : 2 = 3kg, ou seja em cada refeição deverá ser fornecido aos peixes 3kg de ração.

 

Gosto de ração:

Para que se elimine qualquer sabor entranho do peixe e necessário deixa-lo em jejum de 12h a 24h dentro do tanque rede antes da despesca, para que haja uma limpeza do intestino dos peixes, obtendo assim um peixe com melhor qualidade e sem sabores desagradáveis, este processo é denominado de depuração.

 

Mortalidade por choque térmico (teste do braço):

Por muitas peixes morrem por choque térmico, que é determinado pela alteração brusca da temperatura na superfície da água (cerca de +ou- 20cm) em relação ao resto do tanque rede, provocando um choque térmico todas as vezes em que o peixe vem a superfície para se alimentar.

A solução encontrada foi suspender a alimentação concomitantemente, com o controle de temperatura da água.
Este controle deve ser realizado em 2 pontos, um na superfície e outro a cerca de 1 metro de profundidade.

Recomendamos fazer a verificação da temperatura antes da alimentação dos peixes, podendo ser realizado até mesmo com o próprio braço, onde quando se perceber uma diferença na temperatura em relação a mão (que está no fundo) e o ombro (que está na superfície).

 

Despesca artesanal:

 

 

 

download